Urgências Dentárias

As urgências dentárias são episódios inconvenientes e que condicionam o dia a dia das pessoas. Assim, existe um serviço de atendimento de casos de urgência na tentativa de solucionar o motivo que levou a pessoa à urgência e permitir que todo o seu dia não seja influenciado.

Algumas das situações de urgência que poderão ocorrer:

  • Dor de Dentes;
  • Traumatismos;
  • Infeção ou inflamação dentária;
  • Dor nas gengivas;
  • Abcesso dentário;

Desta forma, ao ter conhecimento dos possíveis episódios de urgências dentárias, sabe que em qualquer uma dessas situações pode solicitar uma consulta de urgência dentária.

AGENDAR CONSULTA

O que fazer em caso de Fraturas Dentárias?

Existem várias causas que levam os dentes à fratura, seja por lesões de cárie não tratadas, restaurações antigas muito extensas, mau posicionamento dentário, que leva à sobrecarga de certos dentes, ou por traumatismo. 

Qualquer que seja o motivo, o conselho mais importante e o primeiro passo a fazer é o de recorrer ao profissional especialista o mais prontamente possível. Quanto mais rápido for avaliado clínica e radiograficamente mais rapidamente, o profissional, consegue perceber qual o diagnóstico e tratamento ideal e assim solucionar o problema. Nos casos de urgência o tempo é um aliado importante para se conseguir solucionar eficientemente o problema e evitar que em alguns casos a vitalidade e a integridade do(s) dente(s) venha a ser colocada em causa!

Em caso de trauma dentário, umas das situações que levam as pessoas à consulta, saiba o que poderá fazer:

  1. Manter a calma e tentar procurar o pedaço (fragmento) do dente que fraturou. Em alguns casos é possível uma colagem do fragmento ao dente, se a fratura tiver sido num único plano, permitindo que a transição fique praticamente invisível. 
  2. Ao encontrar o fragmento, é fundamental guardá-lo numa solução de pH neutro, leite ou soro fisiológico, para que este venha hidratado. Este passo é importante para que o profissional consiga o melhor resultado.
  3. De seguida, mesmo não encontrando o fragmento, deverá procurar um profissional especialista o mais rápido possível e ele irá avaliar, diagnosticar e delinear o melhor tratamento a ser realizado.

A recuperação do dente está dependente da extensão da fratura. Sempre que possível o aproveitamento do fragmento do dente, o especialista irá proceder à sua colagem.

Se não existir fragmento, ou quando não é viável a sua colagem, o tratamento passará pela realização de uma restauração estética em resina composta ou uma faceta de cerâmica ou, nos casos onde a extensão da fratura é grande, uma coroa ou incrustação, dependendo do tipo de dente e da extensão de superfície dentária abrangida. 

Nos casos onde a fratura é de tal forma que leva ao envolvimento da polpa dentária (nervo do dente) poderá ser necessário a desvitalização do dente antes da sua reconstrução definitiva. Noutros casos extremos onde a fratura abrange a raíz do dente de forma longitudinal (vertical), o mesmo pode já não ter viabilidade e ter que ser extraído e dessa forma será necessário a realização de um implante e de uma coroa sobre o mesmo. 

Em qualquer um dos casos, é sempre necessária uma avaliação clínica e radiográfica para o profissional assim conseguir fazer o melhor diagnóstico e consequentemente delinear o melhor plano de tratamento.

Sempre que se encontrar numa destas situações ou tiver qualquer dúvida, poderá solicitar uma consulta para assim ser atendido por um profissional que lhe prestará o melhor atendimento!

Agende a sua Consulta

Preencha o formulário e entraremos em contacto num prazo máximo de 24 horas. Caso tenha alguma questão estamos disponíveis para o ajudar!