Ortodontia

A Ortodontia é uma especialidade dentária que estuda, previne e corrige alterações no desenvolvimento, as formas dos arcos dentários e a posição dos maxilares, de modo a restaurar o equilíbrio morfológico e funcional da boca e da face, melhorando também a estética facial.

O objectivo da ortodontia é a mobilidade dos dentes que procuram a sua normalização oclusal (a superfície mastigatória), ou o deslocamento de todo o conjunto dentário (arco dentário), sobretudo, para corrigir os distúrbios funcionais da mastigação. A oclusão baseia-se nas relações de contacto entre os dentes dos diferentes arcos (isto é, entre os dentes superiores e inferiores).

O tratamento correctivo destina-se principalmente a corrigir uma má oclusão consolidada. Três tipos principais de aparelhos são utilizados para este tipo de tratamento:

Casos Clínicos

Saiba mais sobre alguns dos casos de Ortodontia levados a cabo pela rede de médicos com quem colaboramos.

Aparelhos Ortodônticos funcionais

Os aparelhos funcionais referem-se a uma variedade de aparelhos removíveis concebidos para alterar a posição dos vários grupos musculares que influenciam a função e a posição da mandíbula para influenciar de forma expansiva o seu desenvolvimento.

São geralmente recomendados durante a dentição primária ou mista. São aparelhos que inicialmente só fazem modificações funcionais, mas que mais tarde conduzem a mudanças estruturais.

Os aparelhos funcionais mudam e transformam a direcção e intensidade das forças musculares e produzem o deslocamento dos dentes. Os efeitos destes aparelhos são a inclinação dos dentes e alterações no osso que suporta os dentes.

AGENDAR CONSULTA

Aparelhos removíveis

Estes são aparelhos que podem ser removidos por cada individuo para limpeza, mas que estão firmemente presos aos dentes quando colocados.

Estes aparelhos aplicam pressões controladas sobre os dentes a mover através da acção de elementos mecânicos activo.

Estas forças são inteiramente artificiais ou mecânicas, e actuam directamente sobre os dentes, sem ter nada em comum com as forças criadas pela acção dos músculos, que participam nas funções de mastigação, deglutição e fonação, entre outras.

Os aparelhos removíveis são muito úteis para a expansão dos maxilares, especialmente do maxilar superior, nomeadamente, para a correção de “mordidas cruzadas” e ligeiro apinhamento, quando a expansão é indicada, bem como para movimentos dentários muito específicos.

Os aparelhos alinhadores transparentes (Invisalign) também são removíveis por cada pessoa, permitindo comer e escovar os dentes de forma mais confortável.

São aparelhos ortodônticos eficazes e discretos e têm sido uma das grandes tendências no mundo da Medicina Dentária Estética.

Aparelhos Fixos

É uma ortodontia formada pela combinação de braquetes, elementos metálicos ou cerâmicos colados aos dentes e arcos metálicos que os atravessam. Os aparelhos fixos têm a capacidade de mover individualmente cada dente em qualquer direcção, o que não é o caso de outros aparelhos.

Para alcançar resultados precisos, os aparelhos fixos requerem uma técnica meticulosa através da colocação precisa de bandas e braquetes cimentados em cada dente, bem como uma série de arcos sofisticados para alcançar os posicionamentos necessários de acordo com o plano de tratamento.

Estes aparelhos são recomendados nos casos em que há mal posicionamento dentário, dentes rodados, para fechar espaços, e todo o tipo de movimentos ao mesmo tempo.

Os braquetes podem ser visíveis, como os metálicos, ou estéticos como os cerâmicos que são translúcidos ou transparentes e aderem à superfície exterior dos dentes, tomando a sua cor. Podem ser colocados no lado externo ou interno do dente (ortodontia lingual).

O tratamento ortodôntico com aparelho ortodôntico fixo pode ser associado ao aumento da inflamação gengival e sangramento gengival, entre outras condições, uma vez que a higiene oral é mais complicada de realizar (especialmente nas áreas interproximais), pelo que as pessoas que vão iniciar o tratamento ortodôntico devem ter um bom estado periodontal e um acompanhamento contínuo ao longo do tratamento.

Uma parte integrante da prática ortodôntica deve ser um programa estruturado de higiene oral que inclua uma explicação detalhada da relação entre a placa bacteriana e a inflamação, conselhos dietéticos, formação nas técnicas e produtos disponíveis para a remoção da placa e, finalmente, o controlo da eficácia destes produtos à medida que são utilizados durante todo o período de tratamento.

Durante o tratamento ortodôntico, é essencial prestar especial atenção à saúde oral, escovando correctamente os dentes e aparelhos com produtos específicos para os utilizadores de ortodontia.

Quanto tempo dura um tratamento ortodôntico?

O tempo de tratamento está dependente de várias variáveis, conforme a complexidade de cada caso: se é um caso só de alinhamento e nivelamento, se é um caso com envolvimento não só dentário, mas também esquelético, a idade da pessoa é um fator relevante, o envolvimento e compromisso periodontal condiciona o tempo de tratamento, a colaboração e motivação do indivíduo é determinante bem como a higiene oral que deve ser muito bem controlada.

Pode-se, no entanto, prever que os tratamentos ortodônticos duram entre 18 a 24 meses. Mas há tratamentos com menos de 12 meses, assim como há tratamentos com tempo de duração superior a 24 meses.

Porque tenho de usar um aparelho de contenção no fim do tratamento?

Dependendo de cada caso, os tratamentos podem ser mais ou menos estáveis. Existe sempre o risco de recidiva (os dentes tendem a voltar à posição inicial) ou dos dentes se movimentarem em função da musculatura envolvente e dos contactos entre aqueles.

O uso das contenções permite garantir que o resultado final do tratamento não se perde, e a amplitude do sorriso que se conseguiu com o tratamento ortodôntico se mantém.

Tenho coroas antigas, implantes dentários e uma prótese removível par falta de dentes. Posso fazer tratamento ortodôntico?

Sim, pode. Todos as pessoas, que não são desdentados totais, podem fazer tratamento ortodôntico. Cada caso tem de ser devidamente analisado e diagnosticado, para planear da forma mais correta e rigorosa o tratamento com ortodontia.

Agende a sua Consulta

Preencha o formulário e entraremos em contacto num prazo máximo de 24 horas. Caso tenha alguma questão estamos disponíveis para o ajudar!