Oclusão

A oclusão dentária é a forma como os seus dentes se relacionam entre si. Para se obter uma oclusão ideal é necessário que se estabeleça uma correta relação entre os maxilares, e um posicionamento dentário que permita a manutenção de todas as funções orais – mastigação, fonação, deglutição e estética.

A má oclusão dentária pode levar à alteração de uma ou todas estas funções, bem como em alguns casos, à Disfunção da Articulação Temporomandibular.

Disfunção da Articulação Temporomandibular no sentido amplo é uma afeção resultante do funcionamento anormal da musculatura da mastigação, da articulação temporo-mandibular (ATM), estruturas associadas ou ambas na região buco-facial ou cervical

Pode provocar dores de cabeça ou pescoço, ruídos articulares (estalidos), zumbidos ou plenitude no ouvido, bloquieo ao abrir ou fechar a boca, limitação de abertura bucal, desgaste nos dentes e dificuldades na mastigação. Pode modificar características psicossomáticas do indivíduo, reduzindo a sua qualidade de vida.

AGENDAR CONSULTA

Os tipos de Oclusão Dentária e como tratá-los correctamente

A oclusão é a relação funcional entre os componentes do sistema mastigatório. Este sistema inclui os dentes, as gengivas, o sistema neuromuscular, as articulações temporomandibulares e o esqueleto craniofacial.

Por esta razão, é uma especialidade essencial na Medicina Dentária, responsável pelo tratamento ou prevenção do equilíbrio do sistema estomatognático devolvendo ou mantendo a sua saúde oral bem como a sua saúde geral.

Como é que é a Oclusão ideal?

Em qualquer indivíduo, ao longo do tempo, os componentes responsáveis pela oclusão evoluem; os ossos craniofaciais, os próprios dentes e o tecido de suporte periodontal e gengival adaptam-se de acordo com estímulos internos e factores externos.

A oclusão é portanto o resultado das relações dinâmicas e mutáveis entre os diferentes elementos do sistema estomatognático.

Numa oclusão dentária ideal verificam-se os seguintes fatores:

  • É uma oclusão cêntrica.
  • Mantém uma direcção axial e uma distribuição proporcional das forças.
  • Mostra um espaço interdentário adequado;
  • Mantém um contacto harmonioso e equilibrado entre os dentes caninos em movimentos laterais.

Qual é a posição dos dentes na oclusão dentária ideal?

No tipo correto de oclusão dentária observa-se que os dentes da arcada superior contactam com os dentes da arcada inferior.

Incisivos

Os incisivos do arco superior são sobrepostos aos incisivos inferiores; devem cobri-los com um máximo de um terço da coroa clínica dos dentes inferiores.

Caninos e pré-molares

Tal como com os incisivos, o bordo do canino superior também deve sobrepor-se em um terço entre o canino e pré-molar inferior, tanto do lado direito como do lado esquerdo.

Molares

Os molares superiores devem fazer contacto com a metade distal do molar inferior e metade mesial do molar seguinte.

Os molares superiores devem sobrepor-se aos molares inferiores por uma cúspide.

Para verificar se a oclusão em movimento está correcta, verificam-se os contactos em movimentos laterais de todos os dentes. Por outro lado, os dentes dos arcos superior e inferior devem estar bem alinhados, sem dentes apinhados.

Qualquer irregularidade que impeça uma função oclusal adequada é conhecida como má oclusão e requer tratamento para corrigir a mordida.

Agende a sua Consulta

Preencha o formulário e entraremos em contacto num prazo máximo de 24 horas. Caso tenha alguma questão estamos disponíveis para o ajudar!